Active Folate – Metilfolato e Ácido Fólico: Entenda a diferença!

Atenção: Ácido fólico não é Metilfolato!

Quando você ingere folato ou vitamina B9 (ácido fólico), em alimentos como espinafre, ou usa um multivitamínico ou come farinha “enriquecida” com o ácido fólico, seu corpo tem que convertê-lo para sua forma utilizável, o METILFOLATO. Este processo requer uma enzima para esta conversão.

Quer saber o que influencia as concentrações de metilfolato em seu organismo?

- Redução ou ausência das enzimas responsáveis pela conversão de ácido fólico em metilfolato;

- Disfunção tireoidiana;

- Ingestão de bebidas alcóolicas (principalmente as fermentadas);

- Uso de medicamentos como metformina, contraceptivos orais, lamotrigina e antiácidos.

O metilfolato tem papel fundamental na síntese de neurotransmissores como a serotonina (neurotransmissor da felicidade e do bem-estar), na reciclagem de homocisteína, que em altas concentrações acaba sendo um marcador inflamatório importante para doenças cardiovasculares, e na construção de glóbulos vermelho