Fale Conosco

Medicamento é qualidade de vida, manipulação é Phytos Formula - Farmácia Zona Norte - São Paulo - Direitos reservados

Av. Água Fria, 1315   •  São Paulo  •  SP • CEP 02333-001 +55 11 2261.3555 / 2263.1605  •  M.S. nº 1.35.536-5 • CNPJ 04.052.298/0001-34

Farm. Resp. Dra. Julliana Mandia G. C. Machado  •  CRFSP 61.053 

Como evitar a baixa imunidade

September 18, 2019

 

O sistema imunológico é responsável por proteger o organismo contra infecções ou doenças, podendo, devido a diversos fatores, estar fortalecido ou enfraquecido. É devido a isso que, muitas vezes, duas pessoas passam pelas mesmas condições climáticas e apenas uma delas contrai uma gripe.

 

Se você percebeu que sua imunidade anda baixa, é preciso adotar hábitos saudáveis que fortaleçam a barreira imunológica do organismo. 

Neste artigo daremos algumas dicas sobre como aumentar as defesas do seu organismo, mas antes, vamos conhecer as principais causas desse problema.

 

Principais causas

 

A imunidade baixa pode estar relacionada a diversos fatores, como má alimentação, alcoolismo, tratamento com corticóides ou imunossupressores, AIDS e até mesmo variações hormonais durante o ciclo menstrual. 

 

Alterações hormonais também são responsáveis por ocasionar baixa imunidade no período de gestação, aumentando o risco de contrair gripe e infecção urinária.

 

Doenças simples, como gripes e resfriados também podem comprometer a barreira imunológica, abrindo portas para outras enfermidades, como amigdalite, herpes e estomatite, sem que seja necessário ter algum problema de saúde.

 

Sintomas

 

Os sintomas que acusam a ocorrência de baixa imunidade estão relacionados com a diminuição das defesas do organismo, por isso, fique atento a esses sinais de alerta:

 

  • Cansaço excessivo;

  • Náuseas, vômitos ou diarréias;

  • Herpes, amigdalites e estomatite;

  • Gripes que duram semanas;

  • Estresse e depressão;

  • Unhas fracas e infecções recorrentes na pele;

  • Otites;

  • Duas ou mais pneumonias por ano;

  • Mau funcionamento do intestino ou diarréia crônica.

 

Detectar a queda das defesas do organismo não é tarefa simples, já que a presença dos sintomas pode estar atrelada a outras complicações. Portanto, ao apresentar pelo menos um dos sintomas acima, procure um especialista para investigar as causas.

 

Tratamentos

 

Ao notar indícios de baixa imunidade é essencial procurar a ajuda de um profissional, pois apenas ele pode pedir os exames necessários para descobrir as causas e prescrever o tratamento adequado.

 

Porém, é possível tratar o problema através de meios naturais ou suplementos que supram a falta de alguma vitamina.

 

Alimentos que aumentam a imunidade

 

Ao atingir a recomendação diária de 5 porções de frutas e vegetais, já é possível garantir uma melhora nas defesas do organismo. A seguir, listamos os melhores alimentos para serem incluídos na sua alimentação:

  • Frutas cítricas: laranja, acerola, kiwi, limão e tomate;

  • Vegetais verde escuros: brócolis, couve e espinafre;

  • Oleaginosas: nozes, castanhas, amêndoas e óleos vegetais;

  • Alimentos ricos em zinco: carnes, sementes, feijão, lentilha e grão-de-bico;

  • Alimentos ricos em ômega 3: azeite de oliva e salmão;

 

É importante evitar alimentos que contenham glúten, pois esse componente é responsável por causar inflamações que afetam a imunidade.

 

Suplementos que aumentam a barreira imunológica

 

Além dos alimentos, existem outras maneiras  de aumentar a imunidade do organismo, como a prática de exercícios físicos e o uso de suplementos que ajudam a suprir a falta de vitaminas e minerais:

 

  • Própolis;

  • Vitamina D, C e Complexo B;

  • Zinco e Magnésio;

  • L-Lisina e L-Glutamina;

  • Probióticos;

  • Astragalus e Folha de Oliveira;

  • Bioferrin (lactoferrina);

  • Imuno-TF (fator de transferência);

 

A Phytos fórmula possui a mais alta tecnologia para criar suplementos que deixarão seu sistema imunológico bem fortalecido, evitando doenças oportunistas. Conheça nosso site e saiba mais.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload